Alemanha registou 29.426 novas infeções e 293 mortes em 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As autoridades de saúde alemãs registaram 29.426 novas infeções pelo SARS-CoV-2 e 293 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas no país, segundo os dados do Instituto Robert Koch (RKI) atualizados na madrugada de hoje.

Na quinta-feira passada, foram contabilizados 20.407 novos positivos e 306 mortes em toda a Alemanha.

A incidência acumulada de novos casos em sete dias continua a aumentar consideravelmente na Alemanha, chegando a 160,1 casos por 100.000 habitantes, contra 153,2 de quarta-feira e 140,9 de terça-feira, enquanto na semana anterior era de 105,7.

“Devido aos números sempre elevados e ao novo aumento acelerado da incidência, o RKI considera muito alto o risco para a saúde da população da Alemanha”, alertou o organismo de saúde no seu relatório diário.

O pico de incidência tinha sido registado em 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por 100.000 habitantes em uma semana.

O número máximo de infeções foi registado em 18 de dezembro com 33.777 novas infeções num dia e o número de óbitos em 14 de janeiro, com 1.244 mortes.

O fator de reprodução semanal é 1,11, o que significa que a cada 100 infetados contagiam uma média de 111 outras pessoas.

Poucos testes para o SARS-CoV-2 foram realizados durante as férias da Páscoa, por isso os números em torno dessas datas devem ser interpretados com cautela, lembrou o RKI, que fará uma conferência de imprensa conjunta com o ministro da Saúde, Jens Spahn, para avaliar a situação pandêmica no país.

O número de casos positivos desde o início da pandemia ascendeu a 3.073.442 – dos quais cerca de 2.736.100 são pacientes recuperados – e o número de mortes pela covid-19 subiu para 79.381.

Numa semana, as autoridades de saúde relataram 133.162 novas infeções e o RKI estimou que os casos ativos atualmente subiram para cerca de 257.900.

Nas unidades de cuidados intensivos havia 4.680 pacientes com covid-19 internados na quarta-feira (oito a menos em relação ao dia anterior), dos quais 2.653 (57% e 13 a menos em relação à terça-feira) precisam de respiração assistida, de acordo com o levantamento da Associação Interdisciplinar Alemã Departamento de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

Atualmente, 21.053 camas nos cuidados intensivos estão ocupadas e 2.864 ainda estão livres, além dos 906 reservados para crianças.

Na Alemanha, 5.186.135 pessoas receberam as duas doses da vacina – 6,2% da população – e 14.058.329 (16,9%), pelo menos uma, segundo o RKI.

Nas últimas 24 horas, 464.701 cidadãos receberam a primeira dose da vacina e outros 65.836, a segunda dose.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.