PAM pede 68 ME para apoiar quase um milhão em fome severa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Programa Alimentar Mundial (PAM) fez hoje um apelo aos doadores no valor de 82 milhões de dólares (68 milhões de euros) para dar assistência a centenas de milhares de pessoas que enfrentam fome severa no norte de Moçambique.

“Na esteira dos ataques hediondos a Palma, pessoas e famílias inteiras tiveram que abandonar os seus pertences e meios de subsistência e fugir em busca de segurança”, referiu o porta-voz do PAM, Tomson Phiri, em Genebra.

A agência das Nações Unidas visa assistir 750.000 pessoas deslocadas e membros vulneráveis das comunidades anfitriãs nas províncias de Cabo Delgado, Nampula, Niassa e Zambézia.

A população alvo representa 78% das 950.000 pessoas que segundo o PAM enfrentam fome severa.

A agência humanitária alerta para o facto de os crescentes ataques na região estarem a agravar uma situação já de si complexa, após três anos e meio de conflito, com mais de 2.500 mortos e 700.000 deslocados.

No imediato, o PAM está a gerir os ‘stocks’ disponíveis em Moçambique para fazer distribuição de emergência de alimentos a 50.000 pessoas que fugiram da violência em Palma.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.