Combate à praga de gafanhotos no Cunene e Cuando Cubango começa na sexta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O combate à praga de gafanhotos, que assola as províncias do Cunene e do Cuando Cubango, inicia nesta sexta-feira, anunciou hoje o ministro da Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis.

António de Assis, que falava ao Telejornal da Televisão Pública de Angola, explicou que para uma intervenção à praga são necessários estudos locais para preservar os outros seres vivos.

Para se combater os gafanhotos, segundo o ministro, deve-se ter em conta que os insectos estão no chão e no ar e o procedimento a ser usado exige a protecção dos pássaros, gado e de outros seres vivos, como o próprio homem.

Na província do Cunene, a praga já destruiu 209 lavras, desde a sua manifestação na semana passada.  O fenómeno atinge cinco países da região Austral de África.

Na óptica do ministro António Assis, o combate deve ser em bloco, daí a criação de equipas de vigilância, uma vez que eles deixam ovos, que, se não forem bem controlados, nos próximos dias o fenómeno pode voltar.

A praga já destruiu cerca de 209 lavras na província do Cunene e, além de Angola, mais  cinco países da região Austral de África.

 Para que a vaga de gafanhotos não volte, disse o ministro, o Executivo angolano criou já uma comissão multissetorial coordenada pelo ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião e pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira.

Integram também o grupo, os ministros do Interior, Administração do Território e Reforma do Estado, Agricultura e Pescas, Cultura Turismo e Ambiente e as Forças Armadas Angolanas (FAA).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.