Confrontos étnicos em março na Etiópia resulta em pelo menos 300 mortos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Pelo menos 300 pessoas morreram em março na Etiópia em confrontos entre as comunidades Amhara e Oromo, duas das mais importantes do país, afirmou nesta sexta-feira uma fonte do governo.

“Nossos dados mostram que o número de mortos chega a 303, além de 369 feridos e 1.539 casas incendiadas”, afirmou o mediador chefe para a Etiópia, Endale Haile.

A região de Amhara é maioritariamente habitada pelo grupo étnico de mesmo nome, o segundo mais importante da Etiópia, mas uma das partes afetadas por esta onda de violência é habitada pelos Oromos, a etnia mais numerosa do país.

O primeiro-ministro Abiy Ahmed chegou ao poder em 2018 após vários anos de manifestações contra o governo alimentadas pelos jovens Amhara e Oromo.

Mas sua gestão foi abalada pela violência entre diferentes grupos étnicos. Analistas temem que as eleições legislativas e municipais previstas para 5 de junho resultem no aumento dos distúrbios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.