Novo balanço na Indonésia indica para 126 mortos e dezenas de desaparecidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Pelo menos 126 pessoas morreram em deslizamentos de terras no leste da Indonésia e dezenas continuam desaparecidas, disseram hoje as autoridades num novo balanço, enquanto a chuva continua a cair e a dificultar as buscas.

Pelo menos 126 mortos e dezenas de desaparecidos devido a tempestade, segundo um novo balanço

De acordo com a agência noticiosa norte-americana Associated Press, as autoridades atualizaram um anterior balanço com um total de 119 mortos, mas os números são diferentes conforme as agências, a francesa AFP dá conta de 124 e a espanhola EFE refere 138 mortos e 61 desaparecidos.

A tempestade resultante da passagem do ciclone tropical Seroja no fim de semana atingiu várias ilhas do arquipélago indonésio, sobretudo as de Lembata e Alor, além do vizinho Timor-Leste, onde já morreram 34 pessoas.

Em Lembata, a chuva torrencial lançou lava solidificada de uma erupção vulcânica sobre uma dúzia de aldeias, matando pelo menos 28 pessoas e deixando 44 desaparecidos, de acordo com a agência indonésia de gestão de desastres.

O distrito de Flores Leste, na ilha de Adonara, foi, no entanto, o que sofreu maiores perdas: foram recuperados 67 corpos e seis pessoas estão desaparecidas. Os deslizamentos de terras apanharam as pessoas a dormir na manhã de domingo. Alguns foram arrastados por inundações depois das chuvas durante a noite.

As equipas de resgate trabalham a contrarrelógio para tentar encontrar os desaparecidos. Centenas de polícias, soldados e moradores têm escavado por entre os escombros com pás, enxadas e as próprias mãos à procura de soterrados.

Além disso, quase uma dezena de helicópteros foram mobilizados para dar ajuda e distribuir alimentos e outros produtos essenciais nas áreas mais remotas e de difícil acesso, segundo a mesma agência.

Centenas de casas e outros edifícios foram varridos pelas cheias, principalmente nas ilhas de Lembata e Alor, e existem várias estradas destruídas, enquanto outras estão cortadas por montanhas de lama e árvores caídas.

Os cerca de 8.000 desalojados foram distribuídos por vários centros e campos montados pelas autoridades.

A agência meteorológica indonésia avisou hoje que as chuvas fortes vão continuar até sexta-feira em várias zonas do arquipélago. A partir desse dia, a tempestade deverá deslocar-se para sul, em direção à Austrália.

A Indonésia sofreu 1.030 desastres naturais em 2021, incluindo terramotos, inundações, deslizamentos de terra, incêndios e tornados, que causaram 282 mortes até agora, sem contar com as inundações mais recentes.

Fonte: Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.