Mais de 1.800 reclusos escapam de uma prisão na Nigéria após ataque

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Mais de 1.800 reclusos escaparam hoje de uma prisão no estado de Imo, no sudeste da Nigéria, após um ataque de “homens armados”, indicou o Serviço Prisional Nigeriano.

“A prisão de Owerri (…) foi atacada por pistoleiros não identificados que libertaram à força 1.844 reclusos por volta das 02:15 de hoje”, disse o porta-voz do Serviço Prisional Nigeriano, Francis Enobore, num comunicado.

“Testemunhas disseram ter visto um grande número de homens armados em camiões (…) que atacaram imediatamente o pessoal prisional antes de rebentarem com o portão principal”, da prisão acrescenta o comunicado.

O oficial de comunicação das prisões estaduais de Imo, James Madugba, confirmou o ataque e disse que a “situação está sob controlo”, apelando aos residentes para que “tratem dos seus assuntos”, ou seja, que façam uma vida normal.

O estado de Imo situa-se na antiga região independente de Biafra, onde o movimento IPOB (O Povo Indígena de Biafra) tem manifestado tendências e, recentemente, exibiu vídeos em que dezenas, se não centenas, de combatentes são vistos a treinar.

Contudo, a porta-voz do grupo, Emma Powerful, negou qualquer ligação com o ataque num comunicado enviada à agência de notícias francesa, France-Presse (AFP), classificando quaisquer informações que os acuse como “falsas” e “enganosas”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.