África com mais doentes recuperados do que novas infeções em 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O número de doentes recuperados da covid-19 em África nas últimas 24 horas foi superior ao das novas infeções, com 322 mortos neste período, segundo os dados oficiais sobre a pandemia na região.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de infetados nos 55 Estados-membros da organização é de 4.239.639, mais 17.379 nas últimas 24 horas.

O número de doentes recuperados neste período foi de 22.403, totalizando 3.794.269.

O total de mortos associados à covid-19 em África é agora de 113.142.

A África Austral continua a ser região mais afetada, registando hoje 1.911.910 infetados e 60.165 mortos associados ao contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.549.451 casos e 52.897 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais atingida pela pandemia, com 1.250.065 infetados e 35.944 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 505.788 infeções e 9.093 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 435.249 e o de mortes ascende a 5.712. A África Central tem 136.627 casos e 2.228 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 12.041 mortes e 202.843 infetados, seguindo-se Marrocos, com 8.825 óbitos e 496.676 casos.

Entre os países mais afetados estão também a Tunísia, com 8.843 óbitos e 255.308 casos, a Argélia, com 3.096 mortos e 117.212 infetados, e a Etiópia, com 2.890 vítimas mortais e 208.961 infeções.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 775 mortes e 67.729 casos, seguindo-se Angola (538 óbitos e 22.399 casos de infeção), Cabo Verde (169 mortos e 17.587 casos), Guiné Equatorial (103 óbitos e 7.008 casos), Guiné-Bissau (63 mortos e 3.661 casos) e São Tomé e Príncipe (34 mortos e 2.232 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.816.908 mortos no mundo, resultantes de mais de 128,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.