Morreu músico Fernando Quental

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O músico angolano Fernando Quental morreu, neste domingo, em Lisboa (Portugal), vítima de doença.

Segundo fonte familiar, que confirmou a informação à ANGOP, o autor de sucessos como “Quando eu fui a Benguela”, “Kandengue” e “Som da Banda”, padecia, já há algum tempo, decancro na laringe.

O músico, com 40 anos de carreira, nasceu no Cunene, mais foi no Lubango (Huíla) onde comecçou a sua carreira musical e fez parte do agrupamento musical “Shallon”, na igreja da Laje, onde era o baterista.

Em 1979, em Portugal, formou, com os primos, o grupo Kizomba.

Em 1991, regrava o tema “Quando Fui a Benguela” com Eduardo Paim, que resulta numa nova sonoridade kizomba. Em 1992, é convidado a participar no projecto Sem Kigila Também, de Ruca Van-Dunem, no qual interpreta os temas “Kandengue” e “Som da Banda”.

Em 1999, grava o primeiro álbum a solo “Kassula Iami”, com as participações de Tino MC, Betinho Feijó e Maninho Teixeira.

Em 2001 participa no projecto Picante Vol.1, onde interpreta a canção “Leviana” e, em 2006, grava, no Picante Vol.2, a música “Processos da Banda”, um dueto com Eduardo Paim.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.