Novos restos de edifícios cristãos do século V são encontrados no Egito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Uma missão arqueológica franco-norueguesa descobriu novos restos de edifícios cristãos da Antiguidade tardia no deserto ocidental do Egito, o que indica uma vida monástica na região no século V, anunciou neste sábado (13) o ministério das Antiguidades egípcio.

“A missão franco-norueguesa descobriu em sua terceira campanha de escavação em Tell Ganoub Kasr Al Aguz, no oásis de Al-Bahariya, vários edifícios construídos em basalto, esculpidos em pedra e ladrilho”, diz um comunicado do ministério.

Correspondem a “seis setores que abrigam os restos de três igrejas, células de monges” cujas “paredes exibem grafite e símbolos com conotações coptas”, disse o chefe de antiguidades islâmicas, coptas e judaicas, Osama Talaat, citado no documento.

Também citado pelo ministério, o chefe da missão, Victor Ghica, acrescentou que em 2020 foram encontrados “19 edifícios e uma igreja esculpida em pedra”.

A igreja tinha inscrições “religiosas” e bíblicas “em grego” nas suas paredes que indicavam “o carácter monástico da vida na região” e a “presença de monges já no século V” da nossa era, acrescentou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.