Manchester City goleia Liverpool e reforça liderança

You are currently viewing Manchester City goleia Liverpool e reforça liderança

O Manchester City, com os portugueses Bernardo Silva, João Cancelo e Rúben Dias no onze, venceu hoje fora o Liverpool por 4-1, aproveitando os deslizes dos seus perseguidores para se destacar no topo da Liga inglesa de futebol.

Depois de um penálti falhado na primeira parte, aos 37 minutos, pelo alemão Ikay Gündogan, a formação comandada por Guardiola chegou à vantagem neste encontro da 23.ª jornada da Premier League logo no arranque do segundo tempo, com o jogador de ascendência turca a redimir-se do falhanço anterior.

O egípcio Mohamed Salah ainda empatou para o Liverpool (privado de Diogo Jota, por lesão), de penálti, aos 63, depois de ter sido puxado por Rúben Dias, que viu amarelo no lance, mas Gündogan voltou a adiantar os ‘citizens’ aos 73, bisando no jogo.

Depois, Ryan Sterling, após assistência de Bernardo Silva, e Phil Foden, aos 76 e 83 minutos, fixaram o resultado, que aumenta a vantagem do City no primeiro lugar da Premier League, com 50 pontos em 22 partidas disputadas (tem um jogo em atraso).

Além da vitória sobre o campeão Liverpool, que é o quarto classificado com 40 pontos, o Manchester City tirou ainda proveito do empate caseiro do Manchester United, segundo classificado, com 45 pontos, frente ao Everton (3-3), no sábado, e do empate do terceiro, o Leicester (43 pontos), hoje, contra o Wolverhampton.

A turma orientada pelo técnico luso Nuno Espírito Santo, com cinco portugueses na equipa inicial, Rui Patrício, Nelson Semedo, Ruben Neves, João Moutinho e Pedro Neto, e com Fábio Silva como suplente utilizado, empatou 0-0 na receção ao Leicester.

A equipa treinada por Nuno Espírito Santo, que já assumiu estar a passar a pior fase desde que chegou ao comando do Wolverhampton, em 2017, ainda quando o emblema militava no Championship (segundo escalão), segue no 14.ª posto, com 27 pontos.

Antes, o Tottenham, treinado pelo português José Mourinho, regressou aos triunfos, ao vencer por 2-0 na receção ao West Bromwich.

Harry Kane, que regressou após lesão, voltou a assinar um golo para o Tottenham, que ficou em ‘branco’ nos últimos dois jogos, aos 54 minutos, após passe de Hojbjerg, tendo o sul-coreano Heung-min Son marcado o segundo, quatro minutos depois, no culminar de um contra-ataque conduzido por Lucas Moura.

Com este triunfo, o terceiro nos últimos 11 jogos, a formação londrina, com um encontro em atraso, subiu provisoriamente ao sétimo lugar, com os mesmos 36 pontos do Chelsea, que hoje visita o lanterna-vermelha Sheffield United.