Governo reduz cerca de 65% dos custos de aquisição de medicamentos em 2 anos

You are currently viewing Governo reduz cerca de 65% dos custos de aquisição de medicamentos em 2 anos

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou que o governo conseguiu em dois anos reduzir em 65% os custos que tinha com a aquisição de medicamentos e a sua logística, comparando com os anos anteriores.

Sílvia Lutucuta esclareceu, em declarações à Rádio Nacional de Angola, que esta poupança deve-se a adoção de uma nova estratégia de contratação, assente na plataforma eletrónica do Ministério das Finanças.

“Num trabalho conjunto que foi feito com o Ministério das Finanças, através da Plataforma eletrónica, começamos a fazer concursos públicos, isso aumentou a transparência. Do outro lado, conseguimos melhor o preço dos medicamentos, e por outro, o controlo da qualidade”.

A governante esclareceu que esta redução de custo tem apenas a ver com os custos do órgão central, visto que o Ministério da Saúde tem um orçamento descentralizado.

“Nós temos o órgão central que responsável pelos programas das grandes endemias, mas o resto do orçamento está nas províncias, nos municípios e a gestão é feita localmente. Mas podemos avançar com o que a gente trabalha no órgão central, nós temos custos à volta 10 a 12 mil milhões de kwanzas por ano, só com medicamentos sem falar das vacinas porque o custo com as vacinas é semelhante e nós vamos buscar ao mercado internacional”.

Sílvia Lutucuta disse ainda que o país vai ganhar, ainda este ano, quatro novas unidades hospitalares de referência, com destaque para o Hospital Geral de Cabinda, o Sanatório de Luanda e o Hospital Materno-infantil do Camama, também em Luanda.

A ministra garantiu que o governo está comprometido em melhorar a qualidade de vida dos angolanos, e por isso, vai continuar a trabalhar para melhorar a assistência médica e medicamentosa da população.