Filho do empresário Carlos São Vicente pode ser ouvido em Portugal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O cidadão angolano Ivo São Vicente poderá ser ouvido em Portugal, depois de ter sido constituído arguido, recentemente, no âmbito do processo-crime que envolve o seu pai, o empresário Carlos São Vicente. 

A informação foi avançada nesta quarta-feira, à imprensa, pelo porta-voz da Procuradoria-Geral da República, Álvaro João, que disse tratar-se da única pessoa, além de Carlos São Vicente, até agora constituída arguida neste processo. 

Conforme o responsável da PGR, Ivo São Vicente, radicado em Portugal, poderá ser ouvido naquele país, ao abrigo de mecanismos de cooperação judiciária entre ambos os Estados.

Segundo Álvaro João, apesar de o arguido estar em Portugal, existem mecanismos judiciários para ouvir uma pessoa ausente, sobretudo num país com quem haja cooperação judiciária em matéria penal, evitando estagnar o processo. 

De acordo com o porta-voz da PGR, estão a ser feitas deligências para que Ivo São Vicente seja ouvido em Portugal.

O “caso São Vicente”

A família de Carlos São Vicente tem algumas contas congeladas pela justiça, apesar do recurso que interpôs no ano passado para que fosse levantada a medida. 

Segundo o despacho que determinou a prisão preventiva do empresário Carlos São Vicente, este teria levado a cabo “um esquema ilegal” que lesou a petrolífera estatal Sonangol em mais de 900 milhões de dólares.

O empresário angolano desempenhou entre 2000 a 2016, em simultâneo, as funções de director de gestão de riscos da Sonangol e de presidente do conselho de administração da companhia AAA Seguros, sociedade em que a petrolífera angolana era inicialmente a única accionista. 

O mesmo é acusado de ter levado a cabo, na época, “um esquema de apropriação ilegal de participações sociais” da seguradora e de “rendimento e lucros produzidos pelo sistema” de seguros e resseguros no sector petrolífero em Angola, graças ao monopólio da companhia.

No último sábado, Irene Neto, mãe de Ivo São Vicente, havia afirmado que o filho do empresário foi constituído arguido, mas não deu detalhes sobre a acusação.

Fonte: Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.