Transportadoras sem condições vão deixar de operar em Luanda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As operadoras que, do ponto de vista técnico-operacional, não oferecem as mínimas condições vão deixar de funcionar no sistema de transporte urbano de passageiros na capital do país.

O alerta foi lançado pelo secretário de Estado dos Transportes, Jorge Bengui, durante um encontro, esta quinta-feira (14), entre o Ministério dos Transportes e o Governo da Província de Luanda (GPL), que serviu para apresentar um  plano de medidas, a curto prazo, para a melhoria da mobilidade urbana em Luanda. 

Luanda enfrenta um grande problema de mobilidade urbana e de transporte de passageiros, todos os dias são vistos longas filas de pessoas, nas paragens, à espera de autocarro.

O responsável admitiu que o congestionamento nas vias de Luanda e o estado precário das vias de acesso representam grandes obstáculos para as operadoras, mas reconheceu que as mesmas também não têm sido capaz de apresentar soluções a altura.

Jorge Bengui garantiu que serão levadas a cabo ações de reestruturação profunda de concessão dos contratos devido à fraca capacidade operacionalização e de oferta de serviços das empresas prestadoras de serviço urbano de transporte em Luanda.

O secretário de Estado anunciou para breve a abertura de um concurso público para atribuição de novas concessões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.