Bancos comerciais obrigados a reportarem ao BNA perdas de crédito concedido à economia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os bancos comerciais estão obrigados, a partir de agora, a registar o valor de perda esperada pelos créditos que concedem à economia.

Esta medida consta de uma nova diretiva (nº 1/DRO 2021) do BNA, e surge em consequência da ocorrência da pandemia da covi-19, que veio agravar as perspetivas macroeconómicas do país, e com isso, aumentou o risco de incumprimento por parte do Estado

“Na sequência da ocorrência da pandemia da COVID-19, que veio agravar as perspetivas macroeconómicas de Angola, que se traduz num aumento do risco de crédito da dívida e outras responsabilidades do Estado, e consequentemente na necessidade de registo de imparidades acrescidas sobre esta exposição pelas Instituições Financeiras Bancárias”, diz o instrutivo.

O instrutivo avança ainda que por causa da pressão sobre os cambiais, e os créditos em moeda estrangeira, os bancos passam a poder constituir as provisões em kwanza, com a obrigatoriedade de revê-las, de acordo com a avaliação da taxa de câmbio.

“As imparidades adicionais resultantes da descida do rating de Angola, constituídas pelas Instituições Financeiras Bancárias sobre a sua exposição de crédito ao Estado denominada em moeda estrangeira, devem ser, excecionalmente, registadas em moeda nacional e atualizadas em função da variação da taxa de câmbio do Kwanza contra a moeda de denominação da exposição”, diz o instrutivo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.