Sudão precisa de US$ 150 milhões para ajudar os refugiados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Sudão precisa de 150 milhões de dólares (125 milhões de euros) de ajuda para enfrentar o fluxo de refugiados etíopes que atravessam a fronteira procedentes da região dissidente do Tigré, afirmou a ONU.

O conflito entre as forças federais etíopes e os dirigentes no poder no Tigré, no norte da Etiópia, começou em 4 de novembro. Desde então o Sudão recebei mais de 43.000 refugiados etíopes em fuga dos confrontos.

“O Sudão necessita de 150 milhões de dólares para proporcionar a estes refugiados água, comida e serviços básicos de saúde”, declarou o diretor do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Filippo Grandi, durante uma visita ao campo de Um Raquba, a 80 km da fronteira.

Grandi incentivou “os doadores a destinar os fundos o mais rápido possível”. Entre 500 e 600 refugiados seguem atravessando a fronteira todos os dias. O Sudão tenta ajudá-los, mas também enfrenta sua própria crise econômica.

O país enfrenta ainda uma difícil transição política, após a expulsão do poder do ex-presidente Omar Al Bashir, que permaneceu à frente do país durante 30 anos, depois de grantes manifestações contra seu regime desencadeadas pelas dificuldades econômicas.

Cerca de 65% dos 42 milhões de habitantes do Sudão vivem abaixo da linha da pobreza, de acordo com os dados do governo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.