Cidadã que estava internada em São Tomé já está em Luanda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A paciente angolana Jeanne Kamya Bravo da Costa, que se encontra em estado crítico de saúde, chegou a Luanda na noite desta quarta-feira, proveniente de São Tomé e Príncipe.

De 26 anos de idade, a cidadã desembarcou na Base Aérea de Luanda,  tendo sido recebida por uma delegação do Ministério da Saúde.

Depois de desembarcar da aeronave, adaptada aos cuidados hospitalares, a paciente seguiu numa ambulância de cuidados intensivos para uma clínica de referência em Luanda.

No aeroporto, não foi possível colher qualquer depoimento da paciente, dos familiares e das autoridades angolanas, que anunciaram para quinta-feira a realização de uma conferência de imprensa, para mais detalhes do caso.

Jeanne Kamya Bravo da Costa, que reside em São Tomé e Príncipe, com o seu esposo, encontrava-se internada numa unidade hospitalar daquele país, desde o dia 20 do corrente mês.

O caso tornou-se mediático depois de um pedido de ajuda feito pelo esposo ao Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, por ocasião da sua participação na cerimónia fúnebre do antigo presidente do Parlamento de São Tome e Príncipe, Alcino Pinto.

Conforme uma nota dos serviços de apoio ao Vice-Presidente, Bornito de Sousa atendeu ao clamor do esposo da jovem angolana, no sentido de ajudar a salvar a vida da sua esposa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.