África passou barreira dos 50 mil mortos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África passou hoje os 50 mil mortos devido à covid-19, com mais 321 mortes nas últimas 24 horas, e o número total de infetados com o novo coronavírus no continente é de 2.092.279 pessoas, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de mortos é 50.296 e o novo coronavírus infetou nas últimas 24 horas mais 11.356 pessoas nos 55 Estados-membros da organização.

O número de recuperados em igual período foi de 13.669, para um total de 1.771.334.

O maior número de casos de infeção e de mortos regista-se na África Austral, com 866.977 infeções e 22.704 mortos por covid-19. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza um total de 772.252 casos de infeção e 21.083 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, registando um total de 699.885 pessoas infetadas e 18.549 mortos.

Na África Oriental, há 258.514 casos e 5.011 vítimas mortais, na África Ocidental, o número de infeções é de 202.591, com 2.848 mortos, e a África Central regista 64.312 casos e 1.184 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.573 mortos e 113.742 infetados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 5.469 vítimas mortais e 331.527 casos de infeção.

Entre os seis países mais afetados estão também a Argélia, que regista 77.000 infeções e 2.291 mortos, a Etiópia, que contabiliza 106.591 casos de infeção e 1.661 vítimas mortais, e a Nigéria, com 66.607 infetados e 1.169 mortos.

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Angola regista 338 óbitos e 14.742 casos, seguindo-se Moçambique (127 mortos e 15.231 casos), Cabo Verde (104 mortos e 10.400 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.137 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.422 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 981 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, a 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, a 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.397.322 mortos resultantes de mais de 59,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.