Moçambique ainda não recuperou do impacto das “dívidas ocultas” – Graça Machel

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Moçambique ainda não recuperou do impacto do caso das “dívidas ocultas”, que contribuiu para a tendência da deterioração acelerada pelo Índice Ibrahim de Governação Africana (IIAG) 2020, afirmou a ativista social e política moçambicana Graça Machel.

“Moçambique ressentiu-se fortemente da crise provocada pelas ‘dívidas ocultas’. O ritmo de crescimento que Moçambique estava a registar ficou seriamente afetado, a disponibilização de recursos para manter esse ritmo ficou severamente diminuída a partir de 2016-17”, disse Graça Machel, em entrevista por videoconferência à agência Lusa.

Moçambique pontuou 49 pontos, menos 0,2 do que há 10 anos, no IIAG 2020, que mede anualmente a qualidade da governação em 54 países africanos através da compilação de dados estatísticos do ano anterior.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.