EUA ultrapassa os 12 milhões de infetados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os Estados Unidos da América (EUA) chegaram hoje aos 12.051.253 casos confirmados por SARS-CoV-2, vírus que provoca a covid-19 e que provocou 255.588 mortes neste país, de acordo com o relatório independente da Universidade Johns Hopkins.

Segundo este balanço há, nas últimas 24 horas, mais 155.377 novas infeções e 1.291 mortes.

A barreira dos 12 milhões de casos foi ultrapassada apenas seis dias depois de os EUA alcançarem os 11 milhões de infeções e apenas 12 dias depois de atingir os 10 milhões, um sinal de que o país tem uma forte propagação de infeções.

Na quinta-feira, os EUA registaram um recorde absoluto de novas infeções ao registar num só dia 200.146 novos casos, um dia que também contou com o maior número de mortes em 24 horas, 2.239, desde o início de maio, em plena explosão da pandemia.

Embora Nova Iorque não seja o estado com o maior número de contágios, continua a ser o mais atingido por mortes, com 34.287, seguindo-se o Texas (20.751), Califórnia (18.666), Florida (17.930) e Nova Jersey (16.746).

No número de infeções, o estado do Texas e o da Califórnia ultrapassam um milhão, com 1.117.583 e 1-099.523, respetivamente, seguindo-se o da Florida (931.827), Ilinóis (646.286) e em quinto lugar Nova Iorque (584.850).

O Instituto de Avaliações Métricas e de Saúde, da Universidade de Washington, cujos modelos de previsão da evolução da pandemia costumam ser definidos pela Casa Branca, estima que até ao final do ano os EUA alcançarão as 320.000 mortes e no primeiro dia de março de 2021 chegue às 440.000.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.373.381 mortos resultantes de mais de 57,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.824 pessoas dos 255.970 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.