SIC desmantela rede de falsificadores de moeda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou, nesta quarta-feira, uma rede de falsificadores de moeda nacional e estrangeira que operava, regularmente, na capital do país.

A rede é composta por seis elementos, entre os quais um cidadão de nacionalidade chinesa, o cérebro da operação, que se encontra foragido.

A operação, comandada pelos Departamentos de Investigação de Talatona, Combate ao Crime Organizado e Operações, culminou com a detenção de dois cidadãos nacionais implicados nos crimes de passagem e colocação em circulação de moeda falsificada, associação de malfeitores e posse ilegal de arma de fogo.

Em posse dos detidos, com idades compreendidas entre 29 e 56 anos, foram  encontrados USD 117 mil e AKZ e 47 milhões de Kwanzas (todas notas falsas), uma arma de fogo do tipo AKM e o seu respectivo carregador contendo (10) Munições.

O  SIC avança que, por cada nota de 100 dólares americanos falsa, o chinês pagaria 50 dólares, que corresponderia a um montante em moeda verdadeira de USD 58.500.

Jaem relação à moeda nacional, por cada cinco Kwanzas, pagaria 2.500, o que corresponderia a 23.500.000.00 em moeda verdadeira.

Caso o negócio desse certo, os detidos teriam uma percentagem de 10 porcento sobre o negócio, a que corresponderia a USD 5.850 e AKZ 2.350.000.00, respectivamente.

O SIC alerta aos cidadãos para não se deixarem influenciar por negócios enganosos, sob pena de serem responsabilizados criminalmente.

Apela também às bancárias a redobrarem esforços aquando da recepção de valores para depósitos, em moeda nacional e estrangeira.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.