Bolsonaro autoriza transferência de 1,35 ME para aliança global de vacinas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, autorizou hoje a transferência de 8,5 milhões de reais (1,35 milhões de euros) para a Aliança Global para Vacinas e Imunização (GAVI), que administra o acesso a imunizantes contra a covid-19.

A autorização de Bolsonaro, a favor do Ministério da Saúde, foi publicada hoje em Diário Oficial da União, através de uma lei decretada pelo Congresso Nacional e aprovada pelo chefe de Estado.

O montante foi retirado de uma outra doação, anteriormente destinada à Agência Internacional de Compra de Medicamentos para Países em Desenvolvimento (Unitaid), e que foi agora direcionada para a GAVI, a administradora legal do mecanismo internacional de compra e distribuição de vacinas – Covax Facility (que reúne vários países), e que visa garantir a cada país participante um acesso justo e equitativo a possíveis vacinas contra o SARS-CoV-2.

A GAVI tem como seus principais parceiros a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Banco Mundial e a Fundação Bill&Melinda Gates.

Até ao momento, o executivo brasileiro prevê ter disponíveis cerca de 140 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 no primeiro semestre de 2021: 100 milhões de doses do imunizante produzido pelo laboratório AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, e 40 milhões via Covax Facility, iniciativa liderada pela OMS.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de mortos (mais de 5,9 milhões de casos e 166.699 óbitos), depois dos Estados Unidos da América.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.