Dia das Nações Unidas assinala-se hoje sem esquecer momento conturbado do mundo

Dia das Nações Unidas assinala-se hoje sem esquecer momento conturbado do mundo

O Dia das Nações Unidas é hoje assinalado, num momento particularmente conturbado para o mundo, atingido por uma crise sanitária global sem precedentes devido à pandemia da doença covid-19, com graves impactos económicos e sociais.

Comemorada desde 1948, a data pretende marcar a entrada em vigor da Carta das Nações Unidas, assinada em São Francisco (Estados Unidos) em 26 de junho de 1945, após o encerramento da Conferência das Nações Unidas.

A ratificação deste “documento fundador”, nomeadamente pelos atuais cinco membros permanentes do Conselho de Segurança (Estados Unidos, China, Reino Unido, Rússia e França), aconteceria alguns meses mais tarde, em 24 de outubro de 1945, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) passou a existir oficialmente.

Só em 1971 a Assembleia-Geral das Nações Unidas recomendou aos Estados-membros celebrarem a efeméride hoje assinalada.

A efeméride ganha mais relevo este ano porque a organização internacional, atualmente liderada pelo ex-primeiro-ministro português António Guterres, comemora 75 anos de existência, mas também porque a comunidade internacional se vê confrontada com enormes desafios, entre os quais uma pandemia que já fez mais de 1,1 milhões de mortos em todo o mundo.

“O ano 2020 marca o 75.º aniversário das Nações Unidas e da sua Carta fundadora. Este aniversário chega num momento de grande perturbação para o mundo, agravado por uma crise sanitária global sem precedentes devido à pandemia da doença covid-19, com graves impactos económicos e sociais. Mas é também uma chamada de atenção de que os tempos de luta podem tornar-se numa oportunidade para mudanças e transformação positivas”, refere a organização internacional na sua página oficial na Internet.

Fonte: Lusa

Close Menu