Petróleo fecha a semana em baixa à espera de reunião da Opep+

Petróleo fecha a semana em baixa à espera de reunião da Opep+

O petróleo fechou ligeiramente em baixa nesta sexta-feira num mercado com incertezas sobre a demanda de petróleo e expectativa para a próxima reunião de ministros da Opep e seus aliados na segunda-feira.

O barril de Brent do Mar do Norte, de referência para exportações angolanas, para entrega em dezembro fechou a 42,93 dólares em Londres, queda de 0,53%. Em Nova York, o barril de WTI para entrega em novembro perdeu 0,20%, a 40,88 dólares.

Na quinta-feira, os dois contratos de referência caíram, mas limitaram suas perdas, ajudados por uma queda maior do que o esperado nas reservas comerciais de petróleo nos Estados Unidos.

Nesta sexta-feira, o sentimento de incerteza sobre a demanda ganhou força novamente, já que “a segunda onda da pandemia está aqui”, estimou Paola Rodriguez-Masiu, analista da Rystad.

Algumas restrições de mobilidade no mundo diante do aumento de casos de coronavírus alimentam a perspectiva de fraca demanda por petróleo.

Além disso, alguns membros da Opep e seus aliados que tiveram que compensar o excesso de produção nos últimos meses com cortes não se recuperaram, explicou Stephen Brennock, da PVM.

Os membros da Opep e seus aliados reunidos na Opep+ mantêm cortes de produção para adaptar a oferta à demanda. Seus ministros do petróleo e energia se reunirão na segunda-feira, como todos os meses desde o início da crise do coronavírus, para monitorar o acordo de corte de produção e a situação do mercado.

Fonte: AFP

Close Menu