PR chinês deseja “rápida recuperação” ao casal Trump

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Presidente chinês, Xi Jinping, desejou hoje uma “rápida recuperação” ao seu homólogo norte-americano, Donald Trump, e à sua mulher, Melanie Trump, depois de ambos testarem positivo para o novo coronavírus, informou a agência de notícia Xinhua.

“Minha mulher, Peng Liyuan, e eu expressamos a nossa solidariedade e esperamos que [Donald e Melania Trump] recuperem rapidamente”, disse Xi na sua mensagem ao casal presidencial dos Estados Unidos.

Horas antes, a porta-voz-chefe do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Hua Chunying, também desejou uma “recuperação rápida” a Trump e à primeira-dama.

“É triste saber que o resultado dos testes do Presidente e da primeira-dama dos Estados Unidos acusaram positivo. Espero que ambos tenham uma recuperação rápida e fiquem bem”, disse a porta-voz na sua mensagem publica no Twitter.

As relações da China com os Estados Unidos estão num dos piores momentos em décadas, depois que Washington acusar repetidamente Pequim de responsabilidade pela pandemia do novo coronavírus.

Soma-se a isso a guerra comercial e a luta pela supremacia tecnológica, as recentes visitas a Taiwan por altos funcionários dos EUA ou as sanções dos EUA aos líderes chineses pela situação em Hong Kong.

O embaixador chinês nos Estados Unidos, Cui Tiankai, também publicou no Twitter uma mensagem desejando uma recuperação rápida para os Trump.

“Os melhores votos ao Presidente Trump e à sua mulher para uma recuperação rápida e completa”, escreveu Cui na mensagem.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou na sexta-feira à noite de helicóptero ao Hospital Militar Walter Reed, nos subúrbios de Washington.

À saída da Casa Branca, Trump, que usava máscara, cumprimentou os jornalistas nos jardins da Casa Branca, mas não disse nada antes de embarcar no helicóptero presidencial “Marine One”, que descolou pouco depois.

Antes, a Casa Branca tinha anunciado que Donald Trump iria ser hospitalizado em Walter Reed durante “alguns dias”, por precaução, depois de ter sido diagnosticado com covid-19.

Na última madrugada, Donald Trump escreveu na sua página pessoal da rede social Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo com covid-19 e que iria ficar em quarentena, num anúncio que deixou o país em alerta e está a multiplicar reações em todo o mundo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.