Novo aplicativo simplifica cobranças de taxas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Uma nova ferramenta digital denominada “Front office” foi lançada nessa sexta-feira , no Dondo, município de Cambambe, província de Cuanza Norte, pela Repartição Fiscal local, com vista a simplificação do processo de cobrança de taxas e emolumentos diversos.

De acordo com o responsável da instituição, Lopo Santana, a nova ferramenta tecnológica vai permitir que os utentes paguem as taxas e emolumentos pelos serviços prestados pelos órgãos ligadas ao sistema de arrecadação de receitas, através dos ATM, sem necessidade de se deslocarem a uma repartição fiscal.

Indicou que, além da simplificação dos serviços, a ferramenta vai evitar a concentração de utentes nas instituições públicas de atendimento aos cidadãos e as enchentes nos balcões dos bancos comerciais, muitas delas para o pagamento de impostos ou taxas.

O programa piloto para a expansão desses serviços contemplou a administração de Cambambe e será extensivo, de forma gradual, à outras instituições como forma de promover rapidez, eficiência e aproximação dos serviços junto dos cidadãos.

Referiu que a  nova ferramenta vai também mitigar os riscos dos clientes obrigados a carregar consigo,  frequentemente,  dinheiro físico, ao mesmo tempo que os gestores públicos poderão acompanhar, em tempo real, o volume de arrecadação local.

Esclareceu que a experiência nova envolve, numa primeira fase, os municípios de Cambambe e Cazengo, estando os demais oito dependentes dos resultados a serem obtidos nestas duas circunscrições.

Por sua vez, o administrador de Cambambe, Adão António Malungo, realçou a importância desse aplicativo.

Apontou a secretaria-geral e os serviços técnicos da referida administração como as áreas que mais vão explorar o novo sistema, numa primeira fase, tendo em conta as receitas que as mesmas arrecadam, por via da cobrança de taxas e emolumentos.

Para o presente ano, a administração prevê arrecadar um volume de receitas na ordem dos 50 milhões de Kwanzas, por via de cobrança de taxas diversas, ultrapassando os 19 milhões do ano passado.

Disse que o novo aplicativo vai fazer que os funcionários deixem de entrar em contacto direto com dinheiro vivo, melhorando o sistema de controlo de arrecadação de receitas locais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.