África regista 229 mortos e mais 7.263 casos de infeção em 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África registou mais 229 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, subindo o número de óbitos para 36.372, num total de 1.488.488 infetados, segundo os últimos dados sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas houve nos 55 Estados-membros da organização mais 7.263 casos da doença e 6.251 recuperados, para um total de 1.230.648.

Segundo o África CDC, a África Austral continua a registar o maior número de casos de infeção e de mortos, tendo ultrapassado os 18 mil mortos nas últimas 24 horas, para as 18.134 vítimas mortais, e o número total de infetados é agora de 740.201.

Só na África do Sul, o país mais afetado do continente, estão registados 676.084 casos e 16.866.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, tem 341.362 pessoas infetadas e 11.191 mortos e, na África Ocidental, o número de infeções é de 177.318, com 2.624 vítimas mortais.

A região da África Oriental contabiliza agora 171.661 casos e regista 3.342 vítimas mortais e na África Central estão registados 57.946 casos e 1.081 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 5.946 mortos e 103.317 infetados, e Marrocos contabiliza 2.229 mortos e 126.044 casos.

A Argélia surge logo a seguir, com 51.533 casos de infeção registados e 2.037 vítimas mortais.

Entre os seis países com mais afetados estão também a Etiópia, com 76.098 casos e 1.205 vítimas mortais, e a Nigéria, com 59.001 infetados e 1.112 mortos.

Em relação aos países africanos de língua oficial portuguesa, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

Angola regista 185 mortos e 5.114 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5.045 casos, números iguais ao registo anterior), Moçambique (62 mortos e 8.888 casos), Cabo Verde (61 mortos e 6.125 casos), Guiné-Bissau (39 mortos e 2.362 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 911 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.