Cidadãos mortos por espancamento no Huambo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Dois cidadãos, de 24 e 34 anos de idade, acusados de tentativa de furto de duas cabeças de gado suíno, foram espancados até à morte, no domingo, no bairro da Vila Graça, arredores da cidade do Huambo.

A informação consta no relatório do Comando provincial da Polícia Nacional sobre a situação de segurança pública, no último fim-de-semana, chegado hoje, segunda-feira, à ANGOP.

A corporação avança que diligências estão a ser efectuadas para a localização dos supostos autores e posterior responsabilização civil e criminal.

Trata-se, segundo o documento, de crime de homicídio voluntário ocorrido, em plena via pública, onde as vítimas foram surpreendidas pelos supostos autores.

Na semana, um jovem de 21 anos de idade, identificado por Adriano dos Santos, foi enterrado vivo, por cinco cidadãos (detidos) alegadamente por ter furtado cebola num campo de cultivo da aldeia de Vavayela, no município do Huambo.

De acordo ainda com o relatório, 20 cidadãos ficaram privados de liberdade ao longo do fim-de-semana, por estarem envolvidos no cometimento de 23 crimes diversos, entre ofensas corporais, violência doméstica, furtos e fogo posto.

Lê-se ainda no informe, que com a detenção destes cidadãos, foi possível a recuperação de diversos meios electrónicos e utensílios domésticos.  

Com uma área de 35 mil e 771 quilómetros quadrados, vivem no Huambo, Planalto Central de Angola, conta com dois milhões e 309 mil e 829 habitantes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.