Bayern e Sevilha decidem Supertaça europeia com ‘amostra’ de público em Budapeste

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Bayern Munique, campeão europeu de futebol, e Sevilha, detentor da Liga Europa, decidem hoje o vencedor da Supertaça europeia, em Budapeste, num jogo que servirá de balão de ensaio da UEFA para o regresso do público aos estádios.

A capacidade da Arena Puskas está limitada a 30%, mas, ainda assim, milhares de bilhetes destinados aos adeptos da equipa espanhola ficaram por vender e perto de metade dos alemães que compraram ingresso recusaram viajar para a Hungria, preocupados com o recrudescimento da pandemia de covid-19 na Europa.

Será, finalmente, à porta aberta, mas com uma ‘amostra’ de público que as equipas vão procurar conquistar pela segunda vez a Supertaça europeia, num estádio que estaria lotado, em condições normais, e que foi a solução encontrada para substituir o Estádio do Dragão, no Porto, a escolha inicial da UEFA.

O Bayern Munique, treinado por Hans-Dieter Flick, é incontestado favorito, após uma época avassaladora, em que venceu a liga alemã, a Taça da Alemanha e a Liga dos Campeões, ao impor-se por 1-0 ao Paris Saint-Germain, no Estádio da Luz, em Lisboa, no jogo decisivo da inédita ‘final a oito’.

O Sevilha, orientado pelo ex-técnico do FC Porto Julen Lopetegui, aumentou para seis o número de títulos na Liga Europa — em outras tantas finais disputadas -, aumentando o recorde da competição com um triunfo por 3-2 na final sobre o Inter de Milão.

O inglês Anthony Taylor foi o arbitro designado para dirigir hoje, a partir das 20:00, a 45.ª edição da Supertaça europeia, troféu que o FC Porto foi a única equipa portuguesa a erguer, em 1987, tendo perdido depois as finais de 2003, 2004 e 2011.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.