China envia 18 aviões de guerra para perto de Taiwan durante visita dos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O exército chinês enviou hoje 18 aviões, incluindo caças, para o Estreito de Taiwan, numa grande e incomum demonstração de força, coincidindo com a visita de um alto funcionário norte-americano a Taipé.

O vice-secretário de Estado Keith Krach reuniu-se já com o ministro dos assuntos económicos e o vice-primeiro-ministro de Taiwan

Encontrou-se ainda com líderes empresariais, durante o almoço, e deve jantar com a líder de Taiwan, Tsai Ing-wen.

Em resposta à visita de Krach, o Comando do Teatro Oeste do Exército de Libertação Popular realizou exercícios de combate perto do Estreito de Taiwan, com o objetivo de intimidar a ilha, que Pequim considera território seu, apesar de funcionar como um Estado soberano.

O ministério da Defesa de Taiwan disse que dois bombardeiros e 16 caças da China cruzaram a zona de identificação de defesa aérea de Taiwan. 

O porta-voz do ministério da Defesa chinês, Ren Guoqiang, considerou os exercícios uma “ação legítima e necessária, tomada em resposta à atual situação no Estreito de Taiwan, para salvaguardar a soberania nacional e a integridade territorial”.

“Os Estados Unidos e as autoridades do Partido Democrático Progressista [partido no poder em Taiwan] intensificaram o seu conluio e frequentemente geram problemas”, disse Ren, em conferência de imprensa.

Numa breve mensagem, o Comando do Teatro Oeste disse que os exercícios envolveram unidades navais e aéreas no Estreito de Taiwan, com o objetivo de avaliar a sua capacidade de realizarem operações conjuntas.

O ministério dos Negócios Estrangeiros da China também defendeu a medida. 

A China tem uma “vontade firme, total confiança e capacidade suficiente para impedir todas as interferências externas e ações separatistas das forças de independentistas de Taiwan”, avisou o porta-voz do ministério, Wang Wenbin.

Em agosto passado, o secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar, tornou-se o até então mais alto funcionário do Governo norte-americano a deslocar-se a Taiwan, desde que os dois lados romperam os laços formais, em 1979, quando os EUA aceitaram a “política de uma só China”, que pressupõe que Pequim é o único governo legitimo de todos os territórios chineses.

A aproximação a Taipé é altamente sensível para Pequim.

China e Taiwan vivem como dois territórios autónomos desde 1949, altura em que o antigo governo nacionalista chinês se refugiou na ilha, após a derrota na guerra civil frente aos comunistas.

Mas a China considera Taiwan como território sob a sua soberania e opõe-se a qualquer tipo de interação oficial entre outros países e a ilha.

As visitas inserem-se numa série de iniciativas do Governo de Donald Trump para fortalecer as relações com Taiwan, incluindo o aumento da venda de armas e o apoio à participação da ilha em fóruns internacionais.

Antes da chegada de Krach, a embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Kelly Craft, almoçou com a principal autoridade de Taiwan em Nova Iorque, numa reunião que designou de “histórica”.

A delegação norte-americana vai assistir no sábado à cerimónia em honra do ex-presidente Lee Teng-hui, considerado o pai da democracia taiwanesa e recentemente falecido, cujas cinzas vão ser cobertas com a bandeira nacional.

Analistas dizem que a resposta militar chinesa é uma mensagem clara para os EUA, já que o lado chinês tomou ações semelhantes quando o secretário de saúde dos EUA visitou Taipé em agosto.

“Acho que os chineses estão a usar esta ferramenta para tentar impedir esta espécie de relação diplomática entre os EUA e Taiwan”, disse Alfred Wu, professor associado da Escola de Políticas Públicas Lee Kuan Yew, na Universidade Nacional de Singapura.

As tensões entre Washington e Pequim já se encontram no nível mais alto em várias décadas, face a uma prolongada guerra comercia e tecnológica, o estatuto de Hong Kong ou a soberania do mar do Sul da China. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.