Angola denuncia campanha para minar relações com RDCongo com vídeo de mulher executada

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O ministro do Interior angolano considerou que está em curso uma campanha para “minar e atrapalhar” as relações entre Angola e a República Democrática do Congo (RDCongo), negando o envolvimento de militares angolanos na morte de uma mulher congolesa.

Eugénio Laborinho, que falava no final da reunião da Comissão Mista de Defesa e Segurança Angola-RDCongo, na quarta-feira, reagia às informações postas a circular nas redes sociais sobre um vídeo em que militares executam uma mulher.

O governante angolano, citado hoje no Jornal de Angola, rejeitou qualquer ligação de soldados angolanos às imagens, sublinhando que o caso ocorreu em Moçambique e que tendo-se registado no território angolano as autoridades teriam tomado “as devidas medidas”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.