África com 204 mortos e quase 8.300 novos casos desde quarta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África registou 204 mortos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando os óbitos para 33.251, contabilizando um total de 1.373.986 infetados, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas registaram-se, nos 55 Estados-membros da organização, mais 8.297 casos de infeção e mais 10.489 pessoas foram consideradas como curadas da doença, sendo hoje o total de 1.127.034 recuperados.

O maior número de casos e mortos continua a registar-se na África Austral, com 709.211 infeções e 16.868 óbitos. Só a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza 653.444 casos e 15.705 mortos.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, tem agora 282.865 pessoas infetadas e 9.713 mortos e na África Ocidental o número de infeções ultrapassa agora os 170 mil (170.053) e o de vítimas mortais subiu para 2.547.

A região da África Oriental tem 155.277 casos e 3.058 mortos e na África Central estão contabilizados 56.580 casos e 1.065 óbitos, o mesmo número em relação a quarta-feira.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 5.696 mortos e 101.500 infetados, e Marrocos contabiliza 1.6486 mortos e 92.016 casos.

A Argélia tem 1.645 mortos e 48.969 casos.

Nos seis países mais afetados estão também a Nigéria, com 56.604 infetados e 1.091 mortos, e a Etiópia, com 66.442 infetados e 1.045 mortos.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

Angola regista 143 mortos e 3.675 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5.002 casos, segundo uma atualização dos dados feita hoje pelas autoridades nacionais), Cabo Verde (47 mortos e 4.978 casos), Moçambique (39 mortos e 5.994 casos), Guiné-Bissau (39 mortos e 2.303 casos), e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 906 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.