Polícia detém falsos enfermeiros no Zaire

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Três supostos enfermeiros foram detidos, terça-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), por exercício ilegal de profissão.

Trata-se de dois cidadãos angolanos e um da República Democrática do Congo (RDC).

Com idades compreendidas entre os 18 e 20 anos, os supostos enfermeiros foram detidos no exercício da profissão sem docuemtnso que os habilitam a exercer tal actividade.

O porta-voz interino da Delegação Provincial do Ministério do Interior, Luís Bernardo, disse que os acusados foram flagrados a exercer a actividade nos postos médicos Visão Alta e J.A.L, localizados nos bairros 1º de Maio e Paróquia, periferia da cidade do Soyo.

“A polícia recebeu essa informação graças a denúncia dos moradores, tendo de imediato desencadeado uma micro-operação consubstanciada em busca dirigida. No interrogatório, estes confessaram exercer a actividade com base em noções adquiridas em algumas unidades sanitárias da região”, referiu o porta-voz da corporação.

Quanto ao cidadão da RDC, o responsável informou que este incorre também no crime de entrada e permanência ilegal no território nacional, devendo, por isso, responder em dois processos-crime.

No mesmo dia, mas já na cidade de Mbanza Kongo, a Polícia Nacional deteve nove supostos criminosos acusados de homicídio voluntário, burla por defraudação e associação de malfeitores.

As detenções ocorreram nos bairros Álvaro buta, 11 de Novembro e 4 de Fevereiro, periferia da cidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.