Subida das reservas de petróleo dos EUA faz preços caírem

Subida das reservas de petróleo dos EUA faz preços caírem

As reservas de petróleo nos Estados Unidos aumentaram novamente no início de setembro, para surpresa dos analistas, e empurraram os preços do petróleo para baixo na quinta-feira.

Um barril de petróleo WTI para entrega em outubro perdeu 2%, a 37,30 dólares em Nova York. Já o barril de Brent do Mar do Norte para novembro em Londres fechou a 40,06 dólares, 1,79% abaixo do fechamento de quarta-feira.

Na quarta-feira, os preços subiram 3,5% para o WTI e 2,5% para o Brent, após uma queda acentuada na terça.

O relatório da Agência de Informação de Energia dos Estados Unidos (EIA) mostra que as reservas comerciais de petróleo bruto aumentaram 2 milhões de barris (mb) na semana passada para 500,4 milhões de barris, após seis semanas de queda consecutiva.

Os analistas esperavam um declínio significativo de 3 MB.

Em Cushing, Oklahoma, onde o petróleo WTI listado em Nova York é reservado, os estoques subiram 2 MB para 54,4 MB.

Enquanto isso, as reservas estratégicas de petróleo caíram em cerca de 300.000 barris, com o governo federal liberando estoques.

A produção de petróleo nos Estados Unidos aumentou para 10 mb por dia (mbd).

As importações, que caíram quase 25% na semana passada, voltaram a subir quase meio milhão de barris por dia, para 5,4 mbd.

As exportações caíram pouco, de 3 mbd para 2,9 mbd.

As refinarias operaram com 71,8% de sua capacidade, uma queda nítida em relação à semana anterior (76,7%). Essa queda contribuiu para uma queda de 3 mb nas reservas de gasolina, que permanecem um pouco acima dos 2,8 mb antecipados pelos analistas.

As reservas de produtos destilados (usado em aquecimento ou querosene de aviação) continuaram caindo como na semana anterior, 1,7 mb ante o 1 mb esperado pelos analistas.

Os americanos consumiram uma medida de 18,1 mbd nas últimas quatro semanas, um pouco menos do que o recorde das quatro semanas anteriores (18,3 mbd) e 16% menos do que no mesmo período do ano passado.

Fonte: AFP

Close Menu