Bélgica devolve um dente de Patrice Lumumba à família

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Bélgica devolverá à família um dente do Patrice Lumumba, executado e desaparecido em 1961, anunciou a Justiça federal em Bruxelas à AFP nesta quinta-feira (10).

Este dente estava em mãos de familiares de um polícia belga que participou na operação para sumir com o corpo de Lumumba, que ocupou o cargo de primeiro-ministro da República Democrática do Congo após a independência, em 1960.

No fim do período colonial belga no Congo, Lumumba formou o primeiro governo independente, mas o país logo passou a ser ameaçado por um movimento separatista na região de Katanga, apoiado pela Bélgica.

Depois de fracassar em obter o apoio da ONU para conter o movimento de secessão, Lumumba foi preso e executado em janeiro de 1961, junto com dois de seus auxiliares. Seus corpos nunca foram encontrados.

No ano 2000, o ex-polícia belga Gerard Soete contou à AFP sua participação na operação para diluir os corpos em ácido. No entanto, foi descoberto este ano que a família havia guardado um dente do assassinado líder independentista.

Agora, o dente “será restituído a quem corresponder”, disse à AFP Eric Van Duyse, porta-voz do Tribunal Federal. A mesma fonte disse que se trata de uma restituição “simbólica”, já que não foram feitos exames de DNA no dente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.