Moçambique emite mandados de captura internacional contra três arguidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A justiça moçambicana emitiu mandados de captura internacional contra três arguidos acusados de envolvimento no desvio de mais de 1,8 milhões de euros numa instituição do Ministério da Economia e Finanças (MEF), disse fonte daquele organismo.

A fonte, citada hoje pelo jornal estatal Notícias, avançou que as três pessoas estão foragidas e devem responder perante a justiça pelos crimes de peculato, branqueamento de capitais, falsificação de documentos, furto informático de moedas ou valores e fraude relativa aos instrumentos e canais de pagamento eletrónico.

Além dos três foragidos, são também arguidos outras duas pessoas, que estão no banco dos réus no julgamento em curso em Maputo no âmbito do processo em causa.

Os cinco arguidos terão coordenado a transferência e apropriação ilegal de 155 milhões de meticais (mais de 1,8 milhões de euros) de contas do Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Finanças (Cedsif), uma entidade tutelada pelo MEF, para contas de empresas privadas.

Entre as empresas cujas contas foram usadas no esquema estão algumas firmas detidas por funcionários da Autoridade Tributária (AT) de Moçambique que tinham relações comerciais com o Cedsif.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.