IGAPE aprova venda de quatro indústrias na ZEE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A comissão de negociação do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) aprovou quatro propostas técnicas e financeiras, na primeira fase do processo de privatização de 13 unidades industriais da Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo.

Com estas novas alienações, o Estado angolano poderá “encaixar” um valor global de 14 mil milhões, 015 milhões, 778 mil e 908 kwanzas.

Constam do “pacote” as propostas de aquisição da Mongotal (indústria de torres metálicas), no valor de Akz seis mil milhões, 607 milhões, 816 mil e 20, e da Galvanang (indústria de galvanização a quente), avaliada em Akz mil milhões, 607 milhões, 885 milhões 414 mil e 410.

As duas fábricas foram adquiridas pela empresa Anglobal (comércio, indústria e serviços).

De igual modo, a comissão de negociação aprovou a proposta financeira e técnica da Vedatela – (Indústria de vedações de arames), no valor de quatro mil milhões e 500 milhões de kwanzas, adquirida pela Ferpinta – Angola, e da Induplast (Indústria de sacos de plástico), no valor de mil milhões 022 milhões 548 mil 478 kwanzas e 23 cêntimos.

Esta quarta unidade fabril foi adquirida pela empresa Angolallbox, Lda, soube a ANGOP de fonte ligada ao processo.

Quanto às restantes nove unidades industriais, as suas propostas financeiras e técnicas já estão em análise, pela comissão de negociação.

“Decorre, de igual modo, o processo de negociação de propostas de nove unidades, concorrentes, por forma a adequar as suas ofertas ao intervalo definido pelo IGAPE”, lê-se no documento.

O objectivo, de acordo com este órgão, é seleccionar os investidores com capacidade de operar como unidades industriais, que garantam a geração de emprego, produtos e serviços para a economia, e garantir que o preço pago pelas unidades cumpra com o interesse público.

São unidades incorporadas no processo de negociação a Indupackage (Indústria de Embalagens Metálicas), a Betonar (Indústria de pré-fabricados e pré-esforçados de betão), a Inducarpin (Indústria de Carpintaria).

Na lista integram ainda a Indutive (indústria de tintas e vernizes), a Pipeline (indústria de tubos de PVC), a Telhafal (indústria de telhas metálicas), a Transplas (indústria de acessórios de PVC), a Absor (indústria de absorventes) e a Sacoango (indústria de sacos de cimento).

Desde 2019, o Estado angolano, no quadro do Programa das Privatizações (Propriv), vendeu 14 empresas, que permitiu a arrecadação de 31 mil milhões de kwanzas.

As fábricas privatizadas situam-se na sua maioria na ZEE- Zona Económica Especial Luanda-Bengo.

Até Dezembro deste ano, o Estado tem em agenda a privatização de outra 51 empresas, o que poderá permitir a arrecadação de pelo menos 100 mil milhões de kwanzas.

Entre os activos a privatizar constam os da Sonangol, Endiama e TAAG, os bancos de Comércio e Indústria, Angolano de Investimentos, Económico e Caixa Geral de Angola, bem como a empresa ENSA Seguros e a Bolsa da Dívida e Valores de Angola (Bodiva).

Estão também incluídas as vendas das participações no Aldeia Nova e Biocom, as fábricas Textang II, Satec e África Têxtil, as cimenteiras Nova Cimangola e Secil do Lobito, as cervejeiras Cuca, Eka e Ngola e a construtora Mota Engil Angola.

Constam ainda da lista a venda de participações nas empresas de telecomunicações, designadamente na Unitel, MS Telecom, Net One, Multitel, Angola Telecom, TV Cabo Angola, Angola Cables, Empresa Nacional de Correios e Telégrafos de Angola (ENCTA), Angola Comunicações e Sistemas (ACS) e Em-presa de Listas Telefónicas de Angola (ELTA).

Outras empresas a privatizar são a Sonair (ramo aéreo da Sonangol), a Sociedade de Gestão de Aeroportos (SGA, que substitui a Enana) e a Sonangalp, uma distribuidora de combustíveis detida em 51 por cento pela petrolífera estatal angolana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Para todo o tipo de comunicação, utilizar os seguintes contactos:

Designed by nzaylakasesa,lda.