Países vizinhos do Mali pedem ‘reintegração’ de Ibrahim Boubacar Keita como presidente

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Países vizinhos do Mali exigiram, nesta quinta-feira (20), a reintegração de Ibrahim Boubacar Keita como presidente e decidiram enviar imediatamente uma delegação a Bamako, após uma cúpula extraordinária de chefes de Estado da região da África Ocidental (Cedeao).

“Pedimos a reintegração do presidente Ibrahim Boubacar Keita como presidente da República” do Mali, declarou o chefe de Estado nigeriano, Mahamadou Issoufou, presidente da Comunidade Econômica da África Ocidental (Cedeao, 15 países), no fim da cúpula vritual.

“Decidimos enviar imediatamente uma delegação de alto nível para garantir o retorno imediato da ordem constitucional”, declarou.

“O Mali está em uma situação crítica, com riscos graves de que um colapso do Estado e das instituições provoque retrocessos no combate ao terrorismo e ao crime organizado, com consequências para o conjunto de nossa comunidade. Isso significa que este país precisa mais do que nunca de nossa solidariedade”, acrescentou.

O presidente nigeriano lembrou os golpistas de “sua responsabilidade na segurança do presidente Ibrahim Boubacar Keita e dos funcionários detidos”.

A Cedeao vai liderar discussões e “fará os líderes da junta militar entenderem que os tempos de tomada do poder por meio da força acabaram em nossa sub-região”, continuou o presidente Issoufou, que pediu sanções “para todos os militares golpistas e seus parceiros e colaboradores”.

A organização já havia condenado o golpe de Estado que derrubou o presidente Keita na terça-feira e suspendeu o Mali de seus órgãos de decisão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.