Exército nigeriano afirma que controla localidade em que jihadistas tomaram reféns

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O exército nigeriano afirmou nesta quinta-feira que retomou o controle total de uma cidade do nordeste do país na qual centenas de pessoas foram mantidas como reféns por jihadistas na terça-feira.

“Os terroristas atacaram a posição das tropas em Kukawa, no estado de Borno, e foram neutralizados”, afirma John Enenche, porta-voz do ministério da Defesa, em um comunicado.

“A situação em Kukawa é tranquila e nossas tropas têm o controle total no momento”, completou.

Supostos combatentes do grupo Estado Islâmico na África Ocidental (ISWAP) invadiram na terça-feira Kukawa, perto do lago Chade, e tomaram centenas de civis como reféns, informaram fontes locais.

Os habitantes de Kukawa haviam retornado recentemente para suas casas depois de passar dois anos em um campo de deslocados devido à violência que afeta a região do lago Chade desde 2009 e à presença do grupo jihadista Boko Haram em Maiduguri, a capital do estado de Borno, no nordeste do país.

“O ataque dos terroristas constitui uma tentativa deliberada de ofuscar os êxitos obtidos na região com o retorno dos deslocados”, disse o porta-voz.

Três soldados nigerianos morreram em combates contra os extremistas, que registraram oito mortes, afirmou Enenche.

O ISWAP se separou em 2016 do Boko Haram, vinculado à Al-Qaeda, para se aproximar do Estado Islâmico.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.