ERCA suspende conselheiro Carlos Alberto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA) suspendeu, esta quarta-feira, o seu conselheiro Carlos Alberto.

A medida, conforme um comunicado da ERCA a que a Angop teve acesso, deve-se a uma suposta “incompatibilidade” de Carlos Alberto, suspeito de pertencer aos Serviços de Informação e Segurança de Estado (SINSE).

Segundo a ERCA, a ligação foi confirmada pelo próprio conselheiro, embora este tenha dito que o relacionamento deixou de existir.

O órgão regulador argumenta que tal situação é incompatível, ao abrigo da Lei 02/17, de 23 de Janeiro.

A suspensão de actividades, avança a ERCA, manter-se-á até o esclarecimento, de forma conveniente e oficial, da situação laboral do conselheiro com o SINSE.

Em reacção, Carlos Alberto reiterou, em mensagem enviada à Angop, que já deixou de ter ligação ao SINSE, argumentando que a “Lei da ERCA não questiona o passado de nenhum conselheiro, salvo se se tratar de um criminoso”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.