Guarda Fronteira expulsa mais de oito mil cidadãos da RDC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Polícia de Guarda Fronteira expulsou de janeiro a junho do corrente ano 8.246 cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) por entrada e permanência ilegal no território nacional.

Deste número de imigrantes ilegais, 1.423 são do sexo feminino, informa a Polícia Nacional em nota de imprensa enviada hoje, quarta-feira, à ANGOP, em Mbanza Kongo.

Segundo o documento, durante o período em balanço, foram registados, no perímetro fronteiriço com a RDC, 11.844 infracções diversas, das quais 1.756 casos de violação de fronteiras e 87 de contrabando de combustível, que resultaram na apreensão de 148 mil e 735 litros de derivados de petróleo.

No mesmo período em análise, prossegue a nota, a Polícia de Guarda Fronteira destacada no posto fronteiriço do Luvo frustrou a saída para a RDC de dois mil dólares norte-americanos.

As infracções ocorreram nos postos fronteiriços do Luvo, Nóqui, Minga, Buela e Ntoyo.

A província do Zaire, norte de Angola, partilha 310 quilómetros de fronteira com a RDC.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.