Académico sul-africano sublinha ‘fragilidade’ da SADC no avanço do extremismo violento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O académico sul-africano Anthoni van Nieuwkerk considerou hoje que o extremismo violento no sul do continente está a ser fomentado pela pobreza, corrupção, desgovernação e fragilidade dos Estados da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

“Um estudo recente indica que estes fatores contribuíram para a adesão de pessoas, particularmente jovens, a organizações extremistas”, adiantou o professor da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo.

Na opinião do académico, citado pelo diário sul-africano Citizen, o extremismo violento na província moçambicana de Cabo Delgado é a “ameaça mais recente” à segurança regional, nomeadamente à África do Sul.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.