Jornalista da RNA vence Prémio SADC 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O jornalista angolano Aristides Kito, da Rádio Nacional de Angola, venceu, neste sábado, a categoria de Rádio do Prémio SADC de Jornalismo (principal), 2020.

O profissional concorreu com uma reportagem sobre a Estátua Cuito Cuanavale, enquanto património mundial em Angola, que, segundo o júri, pode “promover a integração e o desenvolvimento da SADC”, organização regionalda África Austral.

Com essa distinção, o jornalista vai receber um prémio de USD 2.500 (dois mil e quinhentos dólares norte-americanos).

Além do jornalista, a organização do prémio distinguiu o repórter fotográfico Santos Pedro, das Edições Novembro, no segundo prémio, na categoria Fotografia.

O fotógrafo concorreu com fotografias que põe em evidência a unidade regional durante a comemoração do Dia da Libertação da África Austral (23 de Março), tendo direito a USD 1000 (mil dólares norte-americanos).

Entretanto, ainda na classe do prémio principal, categoria de televisão, o prémio coube ao jornalista do malawiano Ananiya Ponje, enquanto o de imprensa escrita ficou com o zimbabweano Prosper Ndlovo, e o de fotografia com Godfrey Mpuse, do Botswana, todos com direito a USD 2.500 (dois mil e quinhentos dólares norte-americanos).

No segundo prémio, a categoria de Televisão foi ganha pela jornalista zambiana Pennipher Vida Sikainda-Nyirenda.

O Concurso de Jornalismo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) foi instituído em 1996, em reconhecimento do trabalho jornalístico dos profissionais da região.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.