PGR analisa 105 processos de peculato

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Procuradoria-geral da República na Huíla está a instruir 105 processos-crime de peculato, branqueamento de capitais, corrupção e tráfico de influências, dos quais 25 já foram introduzidos em juízo.

O facto foi dado a conhecer hoje, à imprensa, pelo sub-procurador-titular da República na província, Daniel Joaquim Lumango, à margem da visita do comandante-geral da Polícia Nacional, comissario-chefe Paulo de Almeida, às instalações da PGR na Huíla.

Segundo o magistrado, foram igualmente abertos 55 inquéritos de averiguações dos mesmos tipos de delitos.

Afirmou que os respectivos processos envolvem gestores públicos da província da Huíla, com maior incidência a irregularidades na gestão de fundos públicos.

“Alguns destes processos-crime estão a ser profundamente analisados, por possuírem mais de mil páginas”, frisou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.