Aumentam casos de suicídios na Lunda Sul

Aumentam casos de suicídios na Lunda Sul

Quarenta e um casos de suicídios, por enforcamento, envenenamento e arma de fogo, foram registados durante o primeiro semestre deste ano, na província da Lunda Sul, menos 15, em relação ao igual período anterior.

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, à Angop, pelo porta-voz da delegação provincial do Ministério do Interior (MININT), Florêncio de Almeida.

Referiu que o aumento de casos deve-se a conflitos conjugais, dificuldades financeiras, isolamento social, perturbações mentais, acusações de feitiçarias, questões passionais, entre outros.

Apelou o envolvimento das organizações da sociedade civil na prevenção deste mal, sobretudo, às igrejas, instituições de ensino e órgãos de comunicação social, visando desencorajar tal prática.

Saurimo, Dala e Muconda são os municípios onde ocorrem com maior frequência casos de suicídios.

Disse que 75 por cento dos casos de suicídios ocorrem com maior predominância no meio urbano, onde o isolamento social constitui a principal causa, que no meio rural cujas motivações são acusações de feitiçarias.

Para si, o reforço do diálogo nas famílias, a educação dos jovens sobre como lidar com os problemas da vida, assim como a melhoria das condições de vida das populações são essenciais para a prevenção de casos do género.

Fonte: Angop

Close Menu