Irão diz que armamento nuclear norte-americano “ameaça” o Médio Oriente

Irão diz que armamento nuclear norte-americano “ameaça” o Médio Oriente

As armas nucleares dos Estados Unidos constituem uma ameaça para o Médio Oriente, denunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, por ocasião do 75.º aniversário do ataque norte-americano a Hiroshima.

“Hoje, as armas nucleares dos Estados Unidos e Israel ameaçam a nossa região. Neste dia há 75 anos, os EUA aceitaram a infâmia de se tornarem o primeiro e único utilizador de armas nucleares. E contra pessoas inocentes”, escreveu Mohammad Javad Zarif na rede social Twitter.

O Japão recorda hoje o primeiro ataque nuclear da história, ocorrido a 06 de agosto de 1945, em Hiroshima, onde a bomba ‘Little Boy’ matou cerca de 140.000 pessoas, perto do final da II Guerra Mundial.

A declaração de Zarif acontece num contexto de tensões entre o Irão e os EUA – países inimigos – que aumentaram de forma consistente desde a retirada unilateral de Washington, em 2018, do acordo nuclear, seguida pela aplicação de pesadas sanções à República Islâmica.

“É hora de acabar com o pesadelo nuclear e com a doutrina da ‘Destruição Mutuamente Assegurada'” herdada da Guerra Fria, apontou Zarif.

Os EUA e Israel acusam o Irão de tentar adquirir armas atómicas como parte do seu programa nuclear, acusações sempre negadas pelos iranianos. Teerão e Washington não mantêm relações diplomáticas desde 1980.

Israel é considerada a única potência militar do Médio Oriente a possuir armas nucleares, mas nunca o confirmou.

Fonte: Lusa

Close Menu