Embarcação com cerca de quarenta migrantes naufraga na Mauritânia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cerca de 40 pessoas estão desaparecidas depois que uma embarcação com migrantes a bordo naufragou na costa da Mauritânia, disse um funcionário do Escritório das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Em um tuíte, o enviado especial da agência para o Mediterrâneo central, Vincent Cochetel, disse temer que eles estejam mortos e que uma pessoa da Guiné conseguiu sobreviver.

“Todos morreram, acredito. Sou o único sobrevivente”, declarou o náufrago em seu leito do hospital na Mauritânia, explicou à AFP uma fonte de segurança mauritana que pediu anonimato.

O funcionário de segurança disse que o naufrágio não ocorreu em águas mauritanas.

De acordo com o sobrevivente, o grupo tentou viajar de Marrocos para as Ilhas Canárias da Espanha. Depois que os motores falharam, os passageiros supostamente saltaram em alto mar.

“ACNUR e a OIM (Organização Internacional para as Migrações), junto com as autoridades e parceiros, estão tentando intensificar os esforços para prevenir tragédias como essa, mas os traficantes continuam mentindo para seus clientes”, escreveu Cochetel em seu Twitter.

Nesta quinta-feira (6), as ONGs Médicos Sem Fronteiras (MSF) e Sea-Watch (alemã) afirmaram que os resgates de migrantes no Mediterrâneo, onde nenhuma embarcação humanitária operou desde que o “Ocean Viking” desembarcou na Sicília no início de julho, serão retomados em agosto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.