Roma de Paulo Fonseca vence campeã Juventus sem Cristiano Ronaldo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Roma, do treinador português Paulo Fonseca, venceu hoje por 3-1 em casa da campeã Juventus, que fez descansar algumas peças, entre as quais Cristiano Ronaldo, na 38.ª e última jornada do campeonato italiano de futebol.

A Juventus, em gestão para a Liga dos Campeões, marcou pelo argentino Gonzalo Higuaín (1-0), aos cinco minutos, mas a Roma deu a volta ainda antes do intervalo com golos do croata Nikola Kalisic (1-1), aos 23, e do argentino Diego Perotti (1-2), aos 44, de grande penalidade.

Na segunda parte, a Roma dilatou a vantagem novamente por Diego Perotti (1-3), aos 52 minutos, ao finalizar uma jogada conduzida por Nicolò Zaniolo, e sentenciou a primeira derrota em casa da Juventus na Série A ao fim de 39 jogos (desde maio de 2018).

Na luta pela segunda posição, em aberto para três equipas até à derradeira jornada, o Inter Milão levou a melhor com um triunfo por 2-0 em casa da Atalanta, um dos concorrentes diretos, com golos de Danilo D’Ambrosio, no primeiro minuto, e do inglês Ashley Young, aos 20.

A Atalanta, a equipa mais concretizadora da Série A, com 98 golos, apesar da derrota com o Inter Milão manteve a terceira posição, a mesma que alcançou na época anterior, uma vez que o adversário direto Lazio perdeu por 3-1 em casa do Nápoles.

O espanhol Fabián Ruiz, aos nove minutos, Lorenzo Insigne, aos 54, de grande penalidade, e Matteo Politano, aos 90+2, foram os marcadores dos golos do Nápoles, que terminou o campeonato no sétimo lugar e fora dos lugares europeus.

A Lazio marcou pelo já virtual Bota de Ouro e melhor marcador da Série A Ciro Immobile, que, com os 36 golos apontados na presente temporada, superou o máximo do argentino Gonzalo Higuaín, obtido em 2015/16, ao serviço do Nápoles.

O AC Milan, com o português Rafael Leão a titular, foi substituído por Bonaventura, aos 38 minutos, venceu por 3-0 o Cagliari, com golos do estónio Ragnar Klavan, aos 10 minutos, na própria baliza, do sueco Zlatan Ibrahimovic, aos 55, e do espanhol Samu Castillejo, aos 57.

Independentemente do resultado do jogo com o Cagliari, o AC Milan tinha já garantido o sexto lugar da tabela classificativa, que lhe permite disputar a qualificação para a fase de grupos da Liga Europa de 2020/21.

O despromovido Brescia despediu-se da Série A com um empate a 1-1 na receção à Sampdoria, que chegou à vantagem pelo francês Mehdi Léris, aos 41 minutos, após o seu colega Fabio Quagliarella, aos 27, ter desperdiçado uma grande penalidade.

O Brescia, que tal como a SPAL já há algumas jornadas tinha traçado o destino rumo à Série B, empatou por Ernesto Torregrossa (1-1), na conversão de uma grande penalidade aos 49 minutos.

O encontro assinalou ainda a despedida do central e capitão do Brescia Daniele Gastaldello, de 37 anos, que deixou o relvado aos 59 minutos, por troca com Alessandro Semprini, para uma homenagem, sem público, praticamente ‘privada’.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.