Governo amplia fornecimento de água para Luanda com mais 80 mil metros cúbicos dia

Governo amplia fornecimento de água para Luanda com mais 80 mil metros cúbicos dia

As obras de construção da nova estação de captação e tratamento de água de Quifangondo, em Luanda, poderão estar concluídas até ao final deste ano, informou nesta sexta-feira o ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges.

Em declarações à imprensa, no final da III reunião ordinária do Conselho Nacional de Águas, João Baptista Borges disse que a nova estação, com captação a partir do rio Bengo, terá a capacidade de fornecer mais de 80 mil metros cúbicos por dia à capital angolana.

O ministro afirmou que a infraestrutura vai reforçar o fornecimento de água potável a zonas como a centralidade do Sequele, Cazenga e Mulenvos.

Informou estar também em construção, em Luanda, o novo canal de captação de água do Cassaque, a partir do rio Cuanza, ligando à estação Luanda Sudeste, mediante condutas enterradas, para garantir mais água à zona sul de Luanda.

Explicou que a construção de um novo canal justifica-se pelo facto de o actual ser a céu aberto, próximo de habitações, e, por isso, susceptível à contaminação.

João Baptista Borges prevê também para este ano a conclusão do projecto de aumento da capacidade de aprovisionamento de água na zona do Benfica, onde foram construídos dois tanques para melhorar o abastecimento a Talatona e a zona sul da capital.

Salientou que no quadro dos esforços para conter a propagação da Covid-19 a prioridade terá sido o fornecimento por cisternas a zonas periféricas sem rede, como o Sambizanga, Cazenga, Golfo e Viana, e a reparação de avarias na rede de distribuição no Zango e no Km 9, ambas em Viana.

Fonte: Angop

Close Menu