25 cidadãos, dos quais 18 que fugiram de Luanda em quarentena no Cuando Cubango

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Vinte e cinco cidadãos, entre os quais 18 que violaram a cerca sanitária de Luanda e sete a fronteira com a República da Namíbia, através do município do Calai, estão a ser acompanhados em quarentena pelas autoridades sanitárias na província do Cuando Cubango.

A informação foi tornada pública, quinta-feira, pelo porta-voz da Comissão Provincial Multissectorial de Combate e Prevenção contra a Covid-19, Mirco Macai, no final da reunião que abordou as condições de resposta à  doença na província.

Na ocasião, considerou fundamental o contínuo reforço epidemiológico nas zonas de entrada, e informou, por outro lado, que 56 cidadãos, já foram submetidos à testagem rápida, dos quais 54 não apresentaram qualquer reacção, tendo resultados negativos, e dois reagiram a IGG.

Sobre os 130 cidadãos angolanos localizados na província namibiana de Okavango Este, fronteira sul com o Cuando Cubango, e que querem regressar ao país, disse estarem a ser dados os passos necessários para a sua efectivação, que passa pelo reforço de condições para a quarentena.

“Vamos criar primeiro as condições logísticas necessárias em função do número, e só depois poderemos definir o momento certo para a recepção desses concidadadãos, que deverão observar querentena institucional de 15 dias, no mínimo, sob vigilância”, sublinhou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.