Governadora satisfeita com extensão do horário dos transportes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A governadora provincial de Luanda, Joana Lina, saudou hoje, segunda-feira, o alargamento, por Decreto Presidencial, do horário de circulação dos transportes públicos, das cinco às 20 horas, ao contrário do período das cinco às 18 horas, o que vai ajudar os passageiros que se aglomeravam nas paragens.

“Creio que a população da província de Luanda agradece essa excelente medida e que venha minimizar as dificuldades que os nossos utentes de transportes foram vivendo neste período”, referiu Joana Lina, quando intervinha na conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19.

Por outro lado, a governadora fez saber que terminou o trabalho de adequação da rede de transportes urbanos de passageiros de Luanda, um trabalho realizado com o Ministério dos Transportes, através do Instituto Nacional de Transportes Rodoviários, as estruturas provincial e municipais de tráfico e mobilidade, Polícia Nacional e oito operadoras de transportes colectivos urbanos.

Foram definidas 11 rotas que, segundo Joana Lina, constituem os maiores eixos estruturantes, onde há uma maior procura de transportes colectivos, como são os casos da rota Benfica a Cacuaco, na via expressa, e na estrada de Catete, a partir do Largo das Escolas até Catete.

“Da discussão com as várias operadoras e contando com os meios de transportes que já possuíam, mais aquelas que foram afectadas pela via do concurso público, temos uma disponibilidade de cerca de 329 autocarros”, assegurou.   

Apesar do trabalho terminado, esclarece a governante, há ainda um conjunto de medidas que têm de ser aprovadas pelo órgão regulador dos transportes, numa discussão que acontece na terça-feira, entre as direcções do Ministério dos Transportes e do Governo Provincial de Luanda, para afinar, dar melhor forma, a questão dos transportes na capital do país.

Finalizado todo esse aspecto, informou, a coordenação e fiscalização do funcionamento dos transportes públicos caberá às administrações municipais, com o apoio dos comandos municipais da polícia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.